PAPA

início

Comunicação Social

Imprensa

Notícias

Justiça Federal recebe a Imagem Peregrin...

Ir para Menu Ir para Conteúdo Ir para Busca Ir para Mapa Manual de Acessibilidade VLibras

Notícias

Justiça Federal recebe a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré e se integra às festividades do Círio 2022

19/09/22 16:00

A visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora à Justiça Federal, no final da manhã desta segunda-feira (19), reuniu magistrados, servidores, estagiários, terceirizados e seus familiares, que participaram do Rito da Bênção. O evento repete-se há mais de uma década e marca a integração da Seção Judiciária do Pará às festividades do Círio de Nazaré, a maior romaria dos católicos paraenses, que neste ano será realizado no próximo dia 9 de outubro.

A Imagem Peregrina foi conduzida até o edifício-sede da Seção Judiciária, no bairro do Umarizal, pelo diretor de Evangelização da Festa de Nazaré, Jorge Rezende. O diretor do Foro da Seção Judiciária, juiz federal Domingos Daniel Moutinho da Conceição Filho, conduziu-a até o auditório, onde o Rito da Bênção foi celebrado pelo diácono Paulo Vicente Fernandes Galende, que também é servidor da Justiça Federal, onde atua como oficial de Justiça avaliador. Ao término da visita, a Imagem foi levada até o veículo da Diretoria da Festa pelo diretor da Secretaria Administrativa (Secad), José Luiz Miranda Rodrigues.

Galende mencionou um fato marcante na vida de Maria e José, pais de Jesus, quando se desencontraram do filho, de apenas 12 anos, durante uma visita da família a Jerusalém e só foram encontrá-lo três dias depois, debatendo no templo com os doutores da lei. O diácono lembrou que o evangelista Lucas, ao narrar o episódio, ressalta que Maria “guardava todas essas coisas no coração”.

O episódio da vida de Jesus e a reação de Nossa Senhora no episódio da perdição de seu filho, ressaltou o diácono, remetem ao tema do Círio deste ano – “Maria, Mãe e Mestra”. “Todas as mães são mestras. Elas nos ensinam como devemos nos comportar, nos ensinam as primeiras lições, as primeiras palavras”, disse Galende, lembrando que Maria foi a maior mestra de todas e sempre “está aqui, pronta para nos ajudar e pronta para interceder por nós”.

Virtudes - O diácono destacou algumas das virtudes de Maria, como a obediência à vontade de Deus ao dizer “Sim” à concepção de Jesus, a confiança, a fé e o amor ao próprio Filho, aceitando concebê-lo mesmo sabendo que Ele viria a ser sacrificado para redimir a humanidade do pecado. “As virtudes de Maria nos servem de exemplo para que possamos alcançar o caminho da felicidade. Para alcançarmos essa felicidade, temos que trilhar o caminho da sabedoria de Maria até chegarmos a Jesus. Mas esse caminho não é fácil, não é uma estrada asfaltada, uma estrada lisa”, lembrou o diácono. “Quem segue os passos de Maria não se perde de Jesus”, reforçou o celebrante.

Paulo Galende acrescentou ainda que a missão de Nossa Senhora não terminou quando Ela foi elevada ao Céu, mas continua. “A missão de nossa Mãe é interceder pela nossa felicidade, mas não aquela felicidade provisória, esporádica, passageira, e sim a felicidade eterna, que é conquistada quando caminhamos no caminho de Jesus”, completou o diácono.

Bastante emocionado, o diretor do Foro, Domingos Daniel da Conceição Filho, mencionou a satisfação de toda a coletividade da Justiça Federal em receber mais uma vez a Imagem Peregrina. Ressaltou que tinha planejado, para esta segunda-feira, apreciar 40 processos, 20 durante a manhã e 20 pela tarde, mas lembrou que tinha a visita da Imagem Peregrina e foi para a Justiça, porque, conforme justificou, precisamos “dar um tempo para Deus”.

A servidora Carol Marques Medrado Damasceno agradeceu, em nome da Seção Judiciária do Pará, ao voluntário Almir Jr., que durante vários anos disponibiliza seus serviços de som durante a entrada da Imagem nas dependências da Justiça Federal. Agradeceu ainda aos músicos, à Sicred, que forneceu as camisas para a comissão organizadora, à empresa Tudoeventos, na pessoa de Gricéia Medrado, que fez os arranjos, aos terceirizados, colaborados e ao diácono.

Campanha - Desde o início deste mês, pelas redes de comunicação interna da Seção Judiciária, já está sendo feita a Campanha “Círio Solidário”, que neste ano arrecada donativos, sobretudo cestas básicas, e outras formas de contribuição que ajudem a Casa da Sopa e as obras sociais desenvolvidas pela Paróquia de Nazaré. No ano passado, a paróquia arrecadou mais de 2.500 cestas básicas e mais de R$ 150 mil, valor utilizado para ajudar no custeio das despesas do Círio. Situada no bairro da Cremação, a Casa da Sopa, que tem à frente o padre Eloi Wayth, distribui gratuitamente mais de 2 mil pratos de sopa por dia, na hora do almoço, além de cestas básicas, e oferece tratamento médico e odontológico, dentre outros serviços. A campanha vai prosseguir até outubro, mês do Círio.

A comissão que organiza a recepção à Imagem Peregrina tem como presidente o diretor da Secad, José Luiz Miranda Rodrigues, e como integrantes a juíza federal Carina Senna, e os servidores Paulo Alex da Costa Pena, Carol Marques Medrado Damasceno, Esther Dolores de Parijós Galende, João Ronaldo Nascimento da Trindade, José Jorge Marques, Keila Viviane Vilar de Paiva, Patrícia Titan, Paulo Vicente Fernandes Galende, Suellen Polaro Franco David, Shirley Rosianne Maria Paes da Consolação Iúdice, Roberta Medeiros de Rezende, Silvia Mary Cardoso de Almeida, Simone de Luna Gonçalves Castañeda e Paulo Sérgio Pôrto Bemerguy.

Patrimônio cultural - Realizado pela primeira vez no ano de 1793, o Círio acontece no segundo domingo de outubro e tem reunido nos últimos anos mais de 1,5 milhão de pessoas, conforme levantamentos que têm sido feitos pelo Departamento Sindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos no Pará (Dieese-PA). Além de seu significado religioso, a procissão também reúne elementos que já se inscreveram entre algumas das maiores manifestações culturais do Estado e do País.

Em setembro de 2004, o Círio de Nazaré foi registrado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como patrimônio cultural de natureza imaterial. Em dezembro de 2013, a romaria foi incluída na lista de Patrimônio Cultural da Humanidade, da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), conforme decisão do Comitê Intergovernamental para a Salvaguarda do Patrimônio Imaterial.

Fotos: Cristiano Cantão

Média das Notas:     [total de votos ]

 

Rua Domingos Marreiros, 598, Umarizal, Belém - PA

CEP: 66055-210 Telefone: (91) 3299-6100

CNPJ: 05.421.948/0001-34