BABA

início

Comunicação Social

Imprensa

Notícias

Juiz federal da Subseção de Feira de San...

Ir para Menu Ir para Conteúdo Ir para Busca Ir para Mapa Manual de Acessibilidade VLibras

Notícias

Juiz federal da Subseção de Feira de Santana nega mais prazo à VIABAHIA para cumprimento de liminar

13/05/13 16:11

 O juiz federal da 2ª Vara da Subseção Judiciária de Feira de Santana, Durval Carneiro Neto, recusou, em 9/5, parte do pedido de reconsideração feito pela VIABAHIA Concessionária de Rodovias S.A., inconformada com a decisão liminar na ação civil pública 8533-42.2012.4.01.3304 que determinou a instalação de equipamentos/ serviços na BR 324, em 60 dias, sob pena de multa diária de R$50 mil.

 

 

 

 

Para o magistrado, a decisão liminar original foi fundamentada ao retratar, de maneira inquestionável, ter havido descumprimento contratual por parte da VIABAHIA no que tange aos prazos de instalação e implantação de equipamentos e serviços na BR 324, rodovia que já se encontra sob cobrança de pedágio dos usuários há mais de três anos, consoante contrato de concessão assinado em 03/09/2009.

 

 

 

 

Nos termos do contrato, alguns dos referidos equipamentos e serviços já deveriam estar em pleno funcionamento desde fevereiro/2010, enquanto outros tiveram seus prazos de instalação e implantação fixados em outubro/2010 e outubro/2011. "Estamos em maio de 2013, portanto, cerca de três anos além do prazo, e a VIABAHIA ainda informa pendências na ligação de energia elétrica para o funcionamento de equipamentos, na obtenção de licenciamento ambiental e na desapropriação de terreno. Tais escusas, agora apresentadas pela concessionária, não podem de modo algum servir como justificativa para o flagrante atraso ocorrido, porquanto envolvem fatos que, embora nesse momento possam estar realmente dificultando o cumprimento do derradeiro prazo de 60 dias fixado por este Juízo, eram absolutamente previsíveis no decorrer da execução do contrato." "Não se pode conceber como aceitável que a efetiva instalação e implantação dos equipamentos e serviços – não bastasse o atraso já consumado – ainda esteja a depender de medidas acessórias tais como a ligação de energia elétrica, a obtenção de licenciamento ambiental e a realização de procedimento expropriatório, medidas essas que já eram previstas e deveriam ter sido adotadas com a necessária antecedência, dentro do cronograma do contrato.

 

 

Segundo diz o juiz federal:

 

E continua, mais adiante, na decisão:

 

Assim, o magistrado manteve o prazo de 60 dias assinalado na decisão liminar para que sejam instalados e implantados, com efetivo funcionamento, os equipamentos de detecção e sensoriamento de pista, painéis de mensagens variáveis fixos, sensoriamento meteorológico, circuito fechado de TV e sistema de controle de velocidade.

Foi reconsiderada apenas a decisão quanto à instalação dos detectores de altura, sistema de pesagem e caixas de chamada de emergência, eis que ainda dependem de especificações técnicas da ANTT, suspendendo, por ora, o prazo concedido à VIABAHIA mas determinando à ANTT que elabore as especificações, bem como delibere sobre as autorizações administrativas referentes a tais equipamentos em 90 dias

Média das Notas:     [total de votos ]

Fórum Teixeira de Freitas, Av. Ulysses Guimarães, n. 2799 – Sussuarana - Centro Administrativo da Bahia - Salvador/BA.

CEP: 41213-000 Telefone: (71) 3617-2600

CNPJ: 05.442.957/0001-01