Tribunal Regional Federal da 1ª Região

início

Comunicação Social

Imprensa

Notícias

INSTITUCIONAL: Magistratura para Todos: ...

Ir para Menu Ir para Conteúdo Ir para Busca Ir para Mapa Ir para Acessibilidade

Notícias

INSTITUCIONAL: Magistratura para Todos: projeto gratuito que prepara candidatos a juiz está com as inscrições abertas

17/01/20 07:00

Crédito: CNJINSTITUCIONAL: Magistratura para Todos: projeto gratuito que prepara candidatos a juiz está com as inscrições abertas

Vender o carro da mãe para pagar os estudos. Um parente financiar a preparação. Usar a herança do pai para poder estudar. Essas e outras histórias foram compartilhadas por um grupo de amigos que se preparava para entrar na magistratura. Hoje juízes, eles formaram o projeto Magistratura para Todos, curso preparatório para a carreira, voltado a candidatos de baixa renda, que ocorre na cidade de São Paulo. A iniciativa foi a vencedora da 16ª edição do Prêmio Innovare na categoria Juiz.

O edital de seleção dos candidatos para a próxima turma, que será iniciada em agosto de 2020, está com prazo de inscrições aberto somente até 19 de janeiro e pode ser acessado no site www.magistraturaparatodos.com.br, ou pelas redes sociais do projeto ( Instagram e Facebook).

A rede de amigos que criou o projeto desenvolveu o escopo do curso e as coordenações de cada matéria que costuma ser cobrada nos concursos para a magistratura. Por meio de networking, os juízes conseguiram parceiros privados, que doaram livros e material didático, para compor a biblioteca do Magistratura para Todos. As aulas são ministradas por mais de 50 professores voluntários, juízes de todos os ramos, que se dividem na explicação dos temas definidos com base nos últimos concursos. “Todos doam tempo e conhecimento. Organizamos a grade para não ficar pesado para ninguém, até porque temos juízes da capital e alguns do interior de São Paulo”, explicou o juiz do de São Paulo e um dos coordenadores e idealizadores do projeto, Rodrigo Tellini de Aguirre Camargo.

Em funcionamento desde 2018, o curso preparatório já está na segunda turma, formada por 50 alunos. “Atualmente, não temos espaço físico para aumentar o número de vagas, mas temos dado oportunidade aos alunos mais dedicados de continuarem os estudos, mesmo ao concluírem o primeiro ano do curso”, disse Tellini. Segundo pesquisa da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), o prazo médio para entrada na carreira é de três anos de estudos.

Para se inscrever, os candidatos devem ter renda máxima familiar não superior a cinco salários mínimos, fazer uma redação e passar por entrevista pessoal. De acordo com Tellini, o projeto foi desenvolvido para ser uma ferramenta niveladora em oportunidades. “O escopo principal do Magistratura para Todos é permitir que qualquer pessoa, independentemente de cor ou classe social, com diferentes experiências e trajetórias de vida, possa estar em condições de ser aprovada no concurso da magistratura, tornando a carreira mais plural e próxima da sociedade brasileira”, explicou.

Entre as 50 vagas do projeto, 10 são para concorrência ampla, cinco vagas para servidores públicos, cinco para advogados que atuem na defesa de direitos transindividuais, 20 para negros e 10 são destinadas aos servidores do Tribunal de Justiça de São Paulo, como contrapartida à parceria com a associação dos servidores da Corte, que cede o espaço físico para as aulas presenciais.

O juiz reforçou que o Magistratura para Todos pretende tornar a carreira mais plural, dando oportunidade para que mais pessoas com diferentes histórias de vida possam ser aprovadas nos concursos. “A magistratura é uma carreira de elite do serviço público, mas não quer dizer que é formada por pessoas elitizadas. Nosso ideal é tornar a trajetória mais acessível, aproximando a carreira da população e representando melhor sua pluralidade”, afirmou.

Fonte: Agência CNJ de Notícias

Assessoria de Comunicação Social
Tribunal Regional Federal da 1ª Região
 

Edifício Sede I: SAU/SUL Quadra 2, Bloco A, Praça dos Tribunais Superiores

CEP: 70070-900 Brasília/DF - Telefone: (61) 3314-5225

CNPJ: 03.658.507/0001-25